Hypera (HYPE3) anuncia pagamento de R$ 61,55 mi em JCP; veja quem tem direito e o valor por ação

O conselho de administração da Hypera (HYPE3) aprovou, nesta segunda-feira (29), a distribuição de juros sobre capital próprio (JCP) no valor de R$ 61,552 milhões, o equivalente a R$ 0,09725 por ação ordinária.

[suno_banner id=”106682″]

De acordo com comunicado enviado ao mercado, o montante líquido dos JCP da Hypera a ser distribuído será imputado ao exercício de 2024.

Terão direito ao recebimento os acionistas da Hypera com posição acionária em 1º de fevereiro. A partir do dia 2 os papéis serão negociados ex-JCP. Segundo a companhia, o pagamento do provento da Hypera será efetuado até o final de 2025.  

JCP da Hypera

Valor total: R$ 61,552 milhões
Valor por ação: R$ 0,09725
Data de corte: 1º de fevereiro
Data do pagamento: até o final de 2025
Rendimento (dividend yield): 3,85% nos últimos 12 meses

No pregão de hoje, a cotação das ações da Hypera subiu 2,80%, cotada a R$ 31,95. No ano, o papel acumula queda de 10,62%.

[suno_banner id=”378302″]

Analistas rebaixam recomendação, com risco tributário no radar

O BB Investimento reduziu a recomendação da Hypera (HYPE3), de compra para neutra, após incorporar os resultados referentes ao terceiro trimestre de 2023 (3T23). Além disso, o BB-BI cortou o preço-alvo das ações. Nesta terça-feira (09), os papéis do grupo farmacêutico registram forte queda na Bolsa de Valores.

Outro ponto destacado pelos analistas para rebaixar a recomendação da Hypera são as mudanças no tratamento das subvenções de ICMS trazidas pela Medida Provisória 1185/23. 

A MP 1185/23 introduziu uma nova metodologia de compensação de créditos tributários vindos de subvenção de investimento relacionada ao ICMS, incluindo a distinção entre custeio e investimento, o cumprimento de requisitos de habilitação, e o estabelecimento de um prazo para ressarcimento do crédito fiscal não compensado.

Neste contexto, o BB-BI entende que a atual dinâmica de compensação de benefícios fiscais praticada pela Hypera passará por mudanças, elevando o IRPJ/CSLL devidos pela companhia.

As ações HYPE3 acumulam uma queda de cerca de 13% nos últimos 12 meses em um contexto envolvendo discussões sobre os benefícios tributários com mudança no regramento dos juros sobre capital próprio, “bem como um ambiente mais fraco para venda de antigripais nos últimos trimestres, o que prejudica o resultado da companhia”, segundo os analistas. 

“No momento, entendemos que o preço corrente reflete o valor justo da empresa, razão pela qual rebaixamos nossa recomendação para neutra”, destaca o BB-BI. 

Os analistas atualizaram o preço-alvo das ações da Hypera de R$ 45,90 para R$ 38,10, ante a cotação atual de R$ 35,37. 

[suno_banner id=”383123″]



Leia na integra…

Por: Leandro Tavares – Suno

Deixe um comentário