Backlinks: Por que você não sai do lugar sem eles?

Backlinks: Por que você não sai do lugar sem eles?

<p><strong>&quot;Link&quot;</strong> representa uma das palavras mais utilizadas por quem vive mergulhado no mundo do <a href="https://tec2web.com.br/blog/otimizacao-de-sites">SEO (Search Engine Optimization)</a>. E n&atilde;o &eacute; &agrave; toa, pois a <strong>linkagem interna e externa das p&aacute;ginas do blog &eacute; uma estrat&eacute;gia importante para melhorar o rankeamento nos sites de busca</strong> e, consequentemente, trazer maior fluxo de visitas com a sua natural encontrabilidade na web. Mas voc&ecirc; sabe o que significa o termo &quot;backlinks&quot;? Cada vez mais profissionais enxergam as <a href="https://tec2web.com.br/post/qual-o-conceito-de-marketing-digital">vantagens do marketing digital</a> e ingressam nesse meio. O problema &eacute; que alguns termos podem confundir a cabe&ccedil;a, principalmente dos iniciantes. Mas n&atilde;o se preocupe. Nesse post, explicaremos tudo para voc&ecirc;. <strong>Ficou curioso?</strong> Confira agora o que s&atilde;o os backlinks e por que s&atilde;o t&atilde;o <a href="https://tec2web.com.br/post/otimizacao-de-sites/diferenca-entre-seo-e-links-patrocinados">importantes para a sua estrat&eacute;gia de SEO!</a></p> <h3>O que s&atilde;o backlinks</h3> <p><strong>Backlinks s&atilde;o links posicionados estrategicamente</strong> em um texto para guiar o leitor at&eacute; a sua <strong>p&aacute;gina do blog ou site que tenha um conte&uacute;do relevante ao que est&aacute; lendo</strong>. O intuito &eacute; expandir o conhecimento do leitor e, ao mesmo tempo, <strong>gerar tr&aacute;fego de qualidade</strong> para o blog. <strong>Os backlinks podem ser internos, ligando suas pr&oacute;prias p&aacute;ginas com conte&uacute;dos relevantes para aumentar o tempo de perman&ecirc;ncia do usu&aacute;rio no blog</strong>, ou externa, trazendo o leitor de uma p&aacute;gina de outro site ou blog. Isso acontece quando ainda n&atilde;o h&aacute; um conte&uacute;do relevante para linkar no pr&oacute;prio blog e tamb&eacute;m para <strong>melhorar o rankeamento das p&aacute;ginas</strong> indicando sites de autoridade no assunto. <strong>Por exemplo</strong>, todo link adicionado em outro site ou blog que direciona o usu&aacute;rio para os seus conte&uacute;dos, produtos e servi&ccedil;os s&atilde;o chamados de backlinks e, a quantidade de backlinks direcionados para o seu blog, serve como term&ocirc;metro para indicar o n&iacute;vel de popularidade ou import&acirc;ncia do site. No passado, os backlinks foram a principal m&eacute;trica para o rankeamento de uma p&aacute;gina na web. Uma p&aacute;gina com um monte de backlinks espalhados pela web tinha a classifica&ccedil;&atilde;o mais elevada em todos os principais motores de busca, incluindo o <strong>Google</strong>, mas hoje as coisas s&atilde;o um pouco diferentes.</p> <h3>Quais s&atilde;o os tipos existentes de backlinks</h3> <p>Existem diversos tipos de backlinks existentes e voc&ecirc; deve conhecer bem para que serve cada um deles antes de iniciar uma estrat&eacute;gia. Veja abaixo os principais:</p> <p><strong>Link Juice</strong>: S&atilde;o links que trazem o leitor de uma p&aacute;gina da Web para algum de seus artigos ou p&aacute;gina inicial do site ou blog, contribuindo assim para o ranking da p&aacute;gina nos sites de busca. O link juice &eacute; mais utilizado para melhorar a autoridade de dom&iacute;nio.</p> <p><strong>Nofollow Links</strong>: Quando um site linka para outro, mas o link tem uma tag &quot;nofollow&quot;&nbsp;a liga&ccedil;&atilde;o com ele n&atilde;o acontece totalmente. Em geral, a tag &quot;nofollow&quot; &eacute; usada para impedir que links adicionados nos coment&aacute;rios dos posts, por exemplo, sirvam de backlinks para outros sites, uma vez que tenham sua confiabilidade question&aacute;vel.</p> <p><strong>Dofollow Links</strong>: Ao contr&aacute;rio dos nofollow links, os dofollow permitem que todos os links adicionados em seu blog funcionem como backlinks v&aacute;lidos.</p> <p><strong>Root Domains Links</strong>: Refere-se ao n&uacute;mero de backlinks que chegam ao seu site a partir de um dom&iacute;nio &uacute;nico. Sendo assim, mesmo se o site tiver uma dezena de links apontando para o seu blog, ser&aacute; considerado apenas um.</p> <p><strong>Low Quality Links</strong>: Representam links de baixa qualidade para o seu blog. Geralmente, s&atilde;o originados em diret&oacute;rios de sites, sites de spam, sites pornogr&aacute;ficos e quando se compra backlinks. Devido &agrave; baixa relev&acirc;ncia dos links, eles podem prejudicar o seu esfor&ccedil;o de melhorar o rankeamento do blog.</p> <p><strong>Internal Links</strong>: S&atilde;o links que v&atilde;o de uma p&aacute;gina para outra dentro do mesmo dom&iacute;nio. Os links internos permitem ligar suas pr&oacute;prias p&aacute;ginas com assuntos relevantes mantendo o leitor no blog por mais tempo.</p> <p><strong>Anchor Text</strong>: A parte do texto que &eacute; usado para fazer um hiperlink &eacute; chamado de texto &acirc;ncora. Esse tipo de backlink funciona bem quando voc&ecirc; est&aacute; tentando ganhar autoridade em determinadas palavras-chave.</p> <h3>Relev&acirc;ncia para as estrat&eacute;gias de SEO</h3> <p>Para o SEO, os backlinks mostram aos <strong>motores de busca que aquele site &eacute; relevante para os usu&aacute;rios</strong> que pesquisam um assunto espec&iacute;fico, de tal forma que outros sites est&atilde;o apontando para ele. Isso n&atilde;o apenas influencia no <strong>PageRank</strong> como na autoridade do site, ambos extremamente importantes no fator de <strong>posicionamento do Google</strong>. No entanto, vale lembrar que nem todo backlink &eacute; bom, e eles podem at&eacute; <strong>prejudicar a reputa&ccedil;&atilde;o do seu site se n&atilde;o forem utilizados de maneira apropriada</strong>. Por exemplo, se um site de eletr&ocirc;nicos recebe backlinks de um site de roupas femininas, por exemplo, os rob&ocirc;s do Google saber&atilde;o que algo est&aacute; errado e pode consider&aacute;-los como &quot;<strong>n&atilde;o qualificados</strong>&quot;, o que n&atilde;o surte efeito de posicionamento.</p> <h3>Como conquistar backlinks de qualidade?</h3> <p><strong>Existem duas boas maneiras de conseguir backlinks.</strong> A primeira &eacute; criar um <strong>conte&uacute;do t&atilde;o interessante e de qualidade</strong> que outros sites far&atilde;o a indica&ccedil;&atilde;o espontaneamente. A segunda &eacute; adotar a <a href="https://tec2web.com.br/post/quanto-tempo-demora-para-o-link-building-fazer-efeito-seo">estrat&eacute;gia de link building</a>, semelhante a uma assessoria de imprensa, que faz o trabalho de buscar links de portais, ve&iacute;culos e sites em geral. Da mesma forma que concentrar os esfor&ccedil;os de SEO em t&eacute;cnicas <strong>On Page</strong> &eacute; muito importante, vale sempre dividir as prioridades para trabalhar em <strong>estrat&eacute;gias Off Page</strong>, uma vez que ambas possuem grande relev&acirc;ncia para manter o site nas primeiras posi&ccedil;&otilde;es dos buscadores &ndash; em especial, o Google. Como ficam os backlinks depois da &uacute;ltima <strong>atualiza&ccedil;&atilde;o do Penguin</strong> Muita coisa mudou em mat&eacute;ria de backlinks nos &uacute;ltimos anos. Houve um tempo em que at&eacute; mesmo os links de baixa qualidade (<strong>Low Quality Links</strong>) ajudavam a melhorar o rankeamento de um site. Mas, desde que o Google lan&ccedil;ou o seu novo algoritmo Penguin, toda a configura&ccedil;&atilde;o de linkagens se alterou. <strong>Entenda como ficou</strong>:</p> <h3>O que &eacute; Penguin</h3> <p>O &quot;Penguin&quot; &eacute;, na verdade, <strong>uma s&eacute;rie de atualiza&ccedil;&otilde;es no algoritmo de buscas do Google</strong>, que penalizam t&aacute;ticas de <strong>linkagens externas spammers (spams)</strong>, ou seja, <strong>links conseguidos de forma n&atilde;o natural, atrav&eacute;s de compra e em p&aacute;ginas que n&atilde;o possuem conte&uacute;dos relevantes</strong>, por exemplo. Agora, s&oacute; &eacute; v&aacute;lido ter backlinks de sites que abordam temas relevantes e tenham certa autoridade no assunto. Ainda assim, os backlinks devem ser contextuais. Se voc&ecirc; tem um site ou blog sobre ferramentas de automa&ccedil;&atilde;o de marketing, por exemplo, e faz linkagens com sites de segmentos diferentes (totalmente fora do assunto), os <strong>backlinks n&atilde;o ser&atilde;o mais considerados.</strong> O objetivo agora deve ser em receber liga&ccedil;&otilde;es de sites e blogs que possuam relev&acirc;ncia e autoridade nos assuntos abordados.</p> <h3>Penaliza&ccedil;&otilde;es</h3> <p>O Penguin tem como objetivo <strong>penalizar todos os sites e blogs que exercem influ&ecirc;ncia negativa com rela&ccedil;&atilde;o &agrave; tentativa de indexa&ccedil;&atilde;o de p&aacute;ginas de forma n&atilde;o natural ou for&ccedil;ada</strong>. Desde que foi implantado, o Penguin vem penalizando severamente os sites que usam <strong>t&aacute;ticas de blackhat</strong>, ou seja, formas de driblar o algoritmo de buscas e conseguir melhores posi&ccedil;&otilde;es nas p&aacute;ginas de resultados sem aplicar as boas pr&aacute;ticas ou qualquer outro esfor&ccedil;o para adquiri-los naturalmente. A fun&ccedil;&atilde;o do Penguin, em parceria com o <strong>Panda (outra atualiza&ccedil;&atilde;o importante do algoritmo)</strong>, &eacute; fazer com que, cada vez mais, os resultados de pesquisas sejam satisfat&oacute;rias para o usu&aacute;rio.</p> <h3>Pare de comprar backlinks imediatamente</h3> <p>O primeiro passo &eacute; deixar de usar servi&ccedil;os que obtenham links para o seu site ou blog. Com essa pr&aacute;tica, suas p&aacute;ginas ficam sujeitas a penalidades do Google Penguim no futuro. <strong>Pare agora mesmo e comece a trabalhar duro para consegui-los de forma natural</strong>.</p> Por: Antônio Luiz Alves – Antônio Luiz Alves

Deixe uma resposta

4 × três =