Por que usar o Outbound Marketing na sua empresa?

Por que usar o Outbound Marketing na sua empresa?

<p><strong>Voc&ecirc; sabe o que &eacute; Outbound Marketing</strong>, como aplic&aacute;-lo, seus pr&oacute;s e contras? Entenda tudo com nosso post completo sobre o assunto!</p> <p>Quando voc&ecirc; tem interesse em se conectar com algu&eacute;m, normalmente voc&ecirc; inicia a conversa com um tema em comum para que haja retorno do receptor, certo? Assim &eacute; com o Outbound Marketing.</p> <p><strong>Tamb&eacute;m conhecido como marketing tradiciona</strong>l, o outbound marketing, tem o intuito de <strong>captar clientes de forma ativa</strong>. Isto &eacute;, ir atr&aacute;s do potencial cliente, diferentemente do <a href="https://tec2web.com.br/post/como-funciona-o-inbound-marketing">Inbound Marketing</a>, que segue uma linha de atra&ccedil;&atilde;o atrav&eacute;s de &quot;iscas&quot;&nbsp;como e-books, artigos e outros materiais.</p> <p>Talvez pelo nome voc&ecirc; n&atilde;o tenha tanta clareza do que seja outbound marketing, mas posso garantir que voc&ecirc; &eacute; impactado por ele todos os dias e mais de uma vez.</p> <p>S&atilde;o familiares propagandas na <strong>r&aacute;dio</strong> ou <strong>TV</strong>; em <strong>revistas</strong> ou <strong>jornais</strong>; <strong>outdoors</strong>, <strong>cartazes</strong> e <strong>telemarketing</strong>? Essas a&ccedil;&otilde;es publicit&aacute;rias nada mais s&atilde;o do que outbound marketing na pr&aacute;tica.</p> <h3>A queda do outbound tradicional e a ascens&atilde;o do outbound 2.0</h3> <p><strong>Que a chegada da internet mudou a forma como o marketing era feito &eacute; um fato</strong>. Com o advento de <strong>ferramentas de buscas como o Google</strong>, qualquer empresa que trabalha bem seu <a href="https://tec2web.com.br/blog/otimizacao-de-sites">Search Engine Optimization (SEO ou Otimiza&ccedil;&atilde;o para Mecanismos de Busca, em portugu&ecirc;s)</a> acaba sendo bem ranqueada e passa a ser encontrada pelo seu p&uacute;blico.</p> <p>Al&eacute;m do que, essa &eacute; uma estrat&eacute;gia muito mais barata do que investir em um comercial na TV, por exemplo, e o retorno &eacute; mais f&aacute;cil de ser medido, uma vez que existem ferramentas como o <strong>Google Analytics</strong>, que mensura o sucesso dessas a&ccedil;&otilde;es.</p> <p>Logo, surgiu tamb&eacute;m a necessidade de produzir conte&uacute;do de qualidade, capaz de atrair mais visitantes para o site e, por consequ&ecirc;ncia, gerar mais vendas.</p> <p>Assim, o marketing de conte&uacute;do passou a ser trabalhado de forma profissional por empresas como a pr&oacute;pria <strong>Rock Content</strong>. E, com a ado&ccedil;&atilde;o do <a href="https://tec2web.com.br/post/o-que-e-marketing-de-conteudo-afinal">marketing de conte&uacute;do</a>, os empreendimentos conseguiram trazer v&aacute;rios clientes de forma passiva.</p> <p><strong>Por causa desse fator, o outbound marketing passou a ser visto como um patinho feio</strong>. Enquanto ele necessitava de toda uma equipe de especialistas em vendas para gerar resultado, o inbound dava retorno com menor investimento em pessoal.</p> <p>Muitas companhias, inclusive, abriram m&atilde;o de seus times de prospec&ccedil;&atilde;o, com a vis&atilde;o de que o inbound substitui o outbound.</p> <p>At&eacute; que o engenheiro Aaron Ross assumiu a gest&atilde;o do time de vendas da Salesforce (uma gigante de software americana) e revolucionou os resultados da empresa por meio de uma estrat&eacute;gia batizada de outbound 2.0.</p> <p><strong>A internet mudou totalmente o comportamento dos consumidores</strong>, as informa&ccedil;&otilde;es s&atilde;o encontradas mais facilmente com os mecanismos de busca do Google, os produtos disponibilizados para venda pela internet ficaram muito mais acess&iacute;veis. &nbsp;Assim, as empresas tamb&eacute;m come&ccedil;aram a ter a necessidade de estar na internet, de ter suas <a href="https://tec2web.com.br/post/ja-pensou-em-abrir-uma-loja-virtual">lojas virtuais</a> e utiliza&ccedil;&atilde;o do Google para estar nas primeiras p&aacute;ginas de busca.</p> <p>Desta forma, os esfor&ccedil;os foram direcionados para a gera&ccedil;&atilde;o de conte&uacute;dos e <strong>SEO</strong>, e o Outbound Marketing come&ccedil;ou a ficar para tr&aacute;s, pois enquanto ele necessitava de uma equipe de especialistas em vendas, o Inbound dava retorno com menor investimento.</p> <p><strong>O novo outbound marketing </strong>&eacute; baseado na segmenta&ccedil;&atilde;o e especializa&ccedil;&atilde;o do time de vendas. A solu&ccedil;&atilde;o que ele encontrou foi a seguinte:</p> <p>Ao inv&eacute;s de ter &quot;vendedores faz-tudo&quot;&nbsp;oferecendo o produto para qualquer um, era mais produtivo segmentar o time em 3 n&iacute;veis:</p> <p><strong>Business Intelligence (BI)</strong>: especialistas em encontrar empresas com perfil para usar sua solu&ccedil;&atilde;o, eles entregam ao prospector o contato da pessoa que toma a decis&atilde;o de compra (smart lead);</p> <p><strong>Cunters</strong>: respons&aacute;veis pela prospec&ccedil;&atilde;o de novos clientes, eles fazem o 1&ordm; contato com a lead e conduzem todo o processo de qualifica&ccedil;&atilde;o;</p> <p><strong>Closers</strong>: respons&aacute;veis apenas pelo fechamento de contas, eles pegam as leads qualificadas e as transformam em clientes.</p> <p>Dessa forma, a empresa ganha escala e atua com um time de especialistas.</p> <p>A estrat&eacute;gia implementada por Aaron deu t&atilde;o certo que, em apenas alguns anos, adicionou 100 milh&otilde;es de d&oacute;lares &agrave;s receitas da Salesforce, transformando a empresa na gigante que &eacute; hoje e o novo Outbound em tend&ecirc;ncia.</p> <p>Agora, j&aacute; pensou em unir o Inbound com o Outbound 2.0? O sucesso certamente &eacute; garantido!</p> Por: Antônio Luiz Alves – Antônio Luiz Alves

Deixe uma resposta

um × cinco =